Profundamente

Publicado: junho 15, 2016 em Uncategorized

image

Te olho nos olhos e você reclama que te olho muito profundamente.
Desculpa, tudo que eu vivi,  foi profundamente.

Eu lhe ensinei quem sou e você foi me preenchendo os espaços entre os abraços,  resta-me apenas uma frecha.
Eu que sempre fui livre, não importava o que os outros dicessem. Até onde eu posso ir para te resgatar?

Reclama de mim como se houvesse a possibilidade de eu enventar de novo.

Desculpa, por te olhar tão profundamente, rente a pele,
ao ponte de vê os seus ancestrais nos teus traços,  de a estrada antes dos seus pacos.

Eu não vou separar minhas vitórias dos meus fracassos.
Eu não vou renunciar à mim, minha parte, meu pedaço do ser que sou vibrante,
Errante,
Sujo,
Livre,
Quente.

Quero está vivo e permanecer te olhando profundamente.

Anúncios

Tempo, maldito tempo

Publicado: junho 14, 2016 em Uncategorized

image

Capaz de curar todas as feridas,
Oh deus poderoso tempo.
Leva nossas mágoas, angústias
Assassino do ontem,  vilão do agora e tão soberano no amanhã.
Lembranças que leva, tristeza que tu apaga, saudade que Não supera.

De todas os deuses, és entre eles o mais lindo.
Quando pedir para não levar o meu instante, justo tu, devorador do presente.
Pedi pra ficar,  seria o mesmo que implorar. 

Lágrimas que dos meus olhos caiem, tempo que leva o agora.
O sonho se distancia, a lembranças se transforma, nesse instante que o tempo urge,  eu queria ao menos olhar te mais uma vez.

Não percebemos,  mais o tempo nos distancia lentamente, soprando o vente entre nossa história,  lapidando nossa memória.
Como lutar e impedir que o tempo não passe? Ou melhor que ele passe sem noa tocar.

Sinto a ausência da tua presença,  certeza anunciada pelas horas que otrora não passava.
Guarderei o teu abraço,  o teu sorriso.

Amargurado de dizer eu tive, senpre no passado presente que o tempo vagarosamente leva.
Quero algum dia poder dizer “eu tenho'”, sim EU TENHO, que não apenas memórias de um tempo,  mas sim o presente tempo durado.

Que tempo Não passe, não apague, não leve o meu presente.
Que o tempo faça presente esse ser ausente.
Que tempo chegue sem pressa, no rito do nosso momento e se faça presente e eterno esse nosso viver coerente.

Apenas não se vá,  fique, lute,
Não desista assim tão fácil, tire a máscara,  se mostre de verdade, por inteiro.
Permita que eu e voce, nos veja diante do tempo sem rodeios,  sem desfaces.

Apenas fique e pediremos ao tempo que nos esqueça em seu tempo.

Artificial

Publicado: junho 13, 2016 em Uncategorized

image

Somos aquilo que refletimos diante de nós mesmo.
Somos à mentira mau contada da história inventada, rodeada, enfeitada e ainda assim somos mau contados.

Somos a realidade dura, crua e artificial da imagem plantada, editada e postada nas redes sociais. Apenas foto.
A imagem da mentira que somos, por tras dos posts somos apenas “podre”, toda semelhança daquilo que verdadeiramente mente somos “artificiais”.

Fazemos juras de amor eterno, protemos uns aos outros as mais loucas e mirabolantes promessas, dais quais não iremos cumprir.
As palavras são ditas,  jorrando mortas de nossa boca.

Não somos mais verdadeiros,  inteiros, leais.
Não somos capazes de reconhecer quem somos.
Que sou eu?
Quem é você?

Somos a mentira mau contada, somos a verdade inventada, somos o retrato da covardia,
Somos unicamente e exclusivamente ARTIFICAIS.

TOMADINHA

Publicado: junho 6, 2016 em Uncategorized

image

Bom eu sempre sou melhor na carta do que olho no olho. De tudo que vivi aqui, o melhor foi você. Não sei lhe dizer, mas sinto um carinho imenso por você jacaré “sem viadagem”, gosto mesmo de você e Eu vou sentir sua falta.

Será algo que mais lamentarei ter perdido. Nesse pouco tempo que tivemos juntos, foi inesquecível.

Espero que você seja muito feliz na sua jornada e que encontre um par para aguentar seus peidos seu cagao. Espero também que nossa amizade não seja descartável, sei que a distância e tempo e os novos amigos influenciam o esquecimento, mas quero manter essa chama de amizade acesa para sempre.

E se você esquecer tudo bem, eu vou guardar esses momentos. Eu lamento profundamente isso, de verdade eu queria muito que NADA tivesse acontecido, mas enfim não deu.Cara de lia fica com Deus.
Queria ter te abracado mais, ter zuado mais, ter bebido mais com você, queria ter saido mais com você.

Queria poder dizer isso tudo olhando no seu olho, mas eu iria parecer uma bixinha emo.
Grande abraço.

:'(:'(:'(:'(:'(:'(:'(:'(:'(:'(:'(:'(:'(:'(:'(:'(:'(:'(:'(:'(:'(:'(:'(:'(:’

O Tempo Não Para

Diante de tais tempos que passam com o vento, fumaça de uma vida corrida, astuta e árdua.
Antes mesmo que nos damos conta, já foi, aconteceu, morreu, nasceu, transformou-se.
Assim é o tempo de nossas vidas. Em um piscar de olhos e vida se torna passado, e somos obrigados a crescer com o tempo e ele nem nos espera para que isso acontecer.
Hoje quem dorme criança acorda adulto, e se faz mais velho. Esse relógio sem voltar, essas horas roubadas de nosso tempo que passa a cada segundo, transformando nossas células, recriando nossa matéria, envelhecendo nosso rosto, esse relógio de pulso, que faz como um cuco a cada batida de nosso coração, que pulsa em nossas veias esse sangue.

Tempo que se faz tempo,
Tempo que passa e faz tempo,
Termo mórbido e quente tempo,

O tempo realmente não para, esse relógio gira a cada ponteiro e leva como um raio nossa historia e nosso tempo.

Imagem  —  Publicado: agosto 14, 2013 em Uncategorized

Seguir em Frente

Publicado: agosto 13, 2013 em Uncategorized

Absurdo quando você percebe que para continuar sua jornada rumo ao seu caminho, é necessário deixa coisas para trás, e isso inclui não só objetos, como atitudes, escolhas e sim, pessoas!
Não dói mais do que a saudade, quando ela vem do nada e surge assim feito um furação trazendo lembranças capazes de devastar nossos sentimentos.
Quem nunca chorou diante de uma velha foto?
Quem nunca sentiu o cheiro de um determinado lugar, diante de uma lembrança vaga?
Quem nunca se recordou de uma cor, ou uma música de ante de uma semelhança física?
Sim todos nós sofremos desse mal, porque de fatos somos seres humanos, e há ainda aqueles que não sentem nada. Frios, pedras, secos, vazios sem sentimento algum.
De certo é que diante de fotografias que me valem a vida, que me mostram historias, e mais, que me trazem lembrança boas, coisas que vem acompanhadas da “saudade”.
Na eternidade se tem, e como vastos deve ser a saudades.
Quero respostas para escolhas minhas, caminhos que seguir, portas que abri e certas portas que continuam fechadas, e outras que se quer me aproximei. Talvez dai eu possa seguir.
Infelizmente é preciso perder para se ter, acordar do sonho pois vida real é dura e ardia, é preciso coragem e força para seguir em frente sem olhar para tráslua e gato.

DO COMEÇO AO FIM

Publicado: julho 18, 2013 em Uncategorized

Perdoa-me, Cordélia, mas a não ser tu, minha irmã e tão bela, não tive um nítido e premente desejo por mulher alguma. Mas sempre gosto de ser chupado. Então às vezes seduzo algumas de beiçolinha revirada. Mas o falo na rosa, nas mulheres, só in extremis. (…) Gosto de corpos duros, esguios, de nádegas iguais àqueles gomos ainda verdes, grudados tenazmente à sua envoltura. (…) Gosto de cu de homem, cus viris, uns pêlos negros ou aloirados à volta, um contrair-se, um fechar-se cheio de opinião. E as mulheres com seus gemidos e suas falações e grandes cus vermelhuscos não me atraem. (…) Bunda de mulher deve dar bons bifes no caso de desastre na neve. (…)

Autora : Hilda Hilst